10 fatos curiosos sobre a Antártida

O continente gelado da Antártida pode não ser tão popular em um destino quanto a Europa ou o Caribe, mas para aqueles que podem fazer a viagem até o fim do mundo, seria inesquecível.

Sua paisagem árida é aparentemente intocada pelos humanos, já que não há população nativa nesta parte do mundo, e apenas alguns cientistas moram lá a qualquer momento. Durante o verão, cerca de 5.000 cientistas residem por lá, no inverno o número cai para 1.000. Aproximadamente 98% da terra estão cobertos de gelo.

Com um número crescente de cruzeiros indo para o Polo Sul, bem como uma série de atrações, a Antártida está se tornando um lugar mais acessível para se visitar.

Se você está afim de ir lá ou apenas quer saber um pouco mais sobre o continente gelado, irei te mostrar 10 fatos interessantes sobre a Antártida.

 

1 – Ninguém é dono da Antártida

curiosidades da antartida wikipedia

 

Embora algumas nações, incluindo a Austrália, a Argentina e o Reino Unido, tenham tentado reivindicá-lo ao longo dos anos, ele não te, nem governo nem proprietário. Em 1959, o Tratado da Antártida foi elaborado, designando a terra como “uma reserva natural, dedicada à paz e à ciência”. 48 nações assinaram o tratado.

 

2 – O primeiro humano a pisar na Antártida

cultura da antartida

Em 1821, um norte-americano chamado John Davis, tornou-se o primeiro humano a pisar na Antártida e, nas décadas seguintes, exploradores, cientistas, caçadores, baleeiros e, mais recentemente, turistas, visitaram a Antártida. Em 1959, com o tratado da Antártida, ficou proibido a atividade comercial e militar no continente.

 

3 – A Antártida já foi um lugar quente

localização da antartida

 

A Antártida nem sempre foi um lugar gelado. Embora algumas partes atinjam 90 graus Celsius negativos, esse continente já foi tão quente quanto a cidade de são Paulo por xemplo.

Os cientistas da Universidade de Yale mediram como eram as temperaturas na época do Eoceno, um período de 40 a 50 milhões de anos atrás, quando havia concentrações mais altas de dióxido de carbono na atmosfera. Os pesquisadores estimaram que, durante esse período, o clima chegou a 17 graus Celsius, com uma média de 14.

A Antártida também já foi repleta de florestas verdejantes, quando era habitada por dinossauros. Hoje o cenário não mais o mesmo e caso você vá até lá com certeza não verá nenhuma floresta.

 

4 – A Antártida é um deserto com pouca vida

vegetação da antartida

 

Apesar de toda a sua aridez, a Antártida possui cerca de 70% da água da Terra (na forma de gelo sólido, é claro). Isso equivale a 90% de todo o gelo do planeta. Os Vales Secos da Antártida são uma combinação de frio e seca muito intensos. Não chove há mais de 2 milhões de anos por lá.

No entanto, é bom que se diga que, no ano de 2016 choveu na Antártida. Esse fato preocupou a comunidade cientifica, uma vez que essas chuvas podem ser consequência do aquecimento global e pode ameaçar derreter o gelo daquele continente.

 

5 – Caem muitos meteoritos na Antártida

vegetação da antartida wikipedia

 

Se você estiver interessado em meteoritos, a Antártida é um bom lugar para você.

Por um lado, os meteoritos que caem lá são facilmente encontrados, por contrastarem com o gelo. Eles também são mais bem preservados, pois são rapidamente cobertos por gelo, protegendo-os da corrosão.

Desde 1970, foram descobertos mais de 10 mil meteoritos na Antártida, alguns com até 700 mil anos de idade.

Em 1996, os pesquisadores descobriram que o meteorito antártico ALH84001 tinha a impressão digital característica de Marte. Todo corpo celeste tem uma impressão química desse tipo, e essa tinha a que combinava com o Planeta Vermelho. Os cientistas descobriram mais tarde que, o meteorito continha o que poderia ser restos de cianobactérias.

 

6 –  Antártida tem um vulcão ativo

antártida monte erebus

 

A Antártida é o lar de vários vulcões, e o maior deles ainda está ativo. Chamado Monte Erebus. Faz parte da formação vulcânica que compõe a Ilha Ross. De acordo com a National Geographic, este vulcão foi formado há cerca de 1,3 milhões de anos e está quase a 3.800 metros acima do nível do mar.

O que torna o Monte Erebus tão interessante é o lago de lava fervente, fluindo continuamente desde 1972, mas estima-se que tenha começado muito antes disso.

 

Recomendado para você:

Descoberto o maior vulcão do planeta Terra

Descoberto corpos nas estatuas da ilha de páscoa 

 

7 – Maior camada de gelo do mundo 

gelo da antártica

 

A camada de gelo do leste da Antártida é a maior massa de gelo do mundo e cobre 10 milhões de quilômetros quadrados, em alguns lugares, tem quatro quilômetros de espessura. Se toda essa camada de gelo derretesse ao mesmo tempo, o nível do mar em todo o mundo subiria mais de 60 metros!

 

8 – O continente muda de tamanho

será que o gelo depois de derretido faz aumentar o nível da água

 

Com 14 milhões de km², é quase o dobro do tamanho dos Estados Unidos. A expansão do gelo marinho ao longo da costa, faz com que a Antártida quase dobre de tamanho durante os meses de inverno. É por esta razão, que os navios de cruzeiro que visitam a Antártida só visitam durante o verão.

 

9 – Queda d’água da cor de sangue

cachoeira de sangue

 

Em McMurdo Dry Valley, um lago abaixo do gelo, desemboca sua água que escorre há quase 15 metros de altura, para o lago Bonney. Mas essa não é uma cachoeira comum. A fonte é três vezes mais salgada do que a água do mar e escorre por baixo de uma camada de gelo de 1.600 metros de espessura. A alta concentração de sal impede o congelamento da água, mesmo nas temperaturas mais frias daquele continente. Esta incrível fonte de água foi formada há cerca de dois milhões de anos atrás.

 

O que mais chama a atenção é a cor dessa água, de cor vermelha, semelhante a sangue. A fonte não contém oxigênio e nuca foi exposta à luz do sol. O alto teor de ferro, e os micróbios que sobrevivem do ferro e do enxofre dessa água, contribuem para a coloração. Caso você visite a               Antártida, você poderá vê-la indo em um helicóptero ou em um cruzeiro marítimo.

 

10 – Antártida não tem fuso horário

porque a antártida não é dividida em países

 

Não há fuso horário na Antártica. Você pode praticamente escolher o seu próprio, embora a maioria dos cientistas que vivem temporariamente no continente, escolham passar pelo fuso horário de seu país de origem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *