Por que Veneza é alagada?

Uma das cidades mais famosas do mundo, um importante ponto turístico e local de forte expressão artística e cultural. Essas são apenas algumas das características de Veneza. Mas talvez o principal motivo pelo qual a cidade chama tanta atenção seja o fato de estar entre as águas.

Você quer saber por que Veneza é alagada? Hoje vamos lhe explicar a razão da atual condição da cidade de Veneza. Uma ótima leitura!

Conhecendo Veneza

fatos sobre a italia

Itália. Primeira informação sobre a localização da cidade de Veneza. Mais especificamente, ela está situada na região de Vêneto, no nordeste italiano, uma das mais povoadas do país. E além disso, é banhada pelas águas de uma lagoa que integra o Mar Adriático: a Lagoa de Veneza.

Ao longo de sua história, alguns marcos podem ser reconhecidos, como destacamos:

  • Conquistou sua independência do Império Bizantino no século IX;
  • Durante as Grandes Navegações era referência para o comércio;
  • Localização estratégica entre o Ocidente e o Oriente;
  • Enorme frota de navios no século X;
  • No ano de 1797 foi conquistada por Napoleão;
  • Em 1866 tornou-se parte dos territórios italianos.

Falando agora sobre a sua constituição atual, a cidade é formada por cerca de 120 ilhas, conectadas por mais ou menos 170 canais. Além disso, existem mais de 400 pontes e 3 mil vielas que atraem os mais de 15 milhões de turistas que a visitam, anualmente.  

Alguns pontos turísticos e destaques culturais de Veneza

qual o mar que banha veneza

A enorme curiosidade que Veneza desperta em pessoas do mundo todo decorre não só da sua condição geográfica atípica, mas também de aspectos culturais e históricos. Apresentamos a seguir apenas alguns deles:

  • Ponte de Rialto: mais antiga de suas pontes, finalizada em 1591;
  • Praça de São Marcos: local onde está a Basílica de São Marcos;
  • Carnaval de Veneza: importante evento cultural anual;
  • Festival de Cinema de Veneza: o primeiro evento de cinema a surgir, em 1932;
  • Bienal de Arte de Veneza: cerimônia que acontece desde 1895.

E, não podemos deixar de apresentar um outro motivo, talvez o principal, que torna Veneza uma cidade única: o fato de ser envolvida por água e estar constantemente alagada.

Mas para entendermos o porquê dessa situação, devemos retomar sua história!

Um pouco da história inicial de Veneza

Durante o século V, os bárbaros estavam em franca ascensão e dominavam inúmeros territórios do Império Romano. E lembrar, ou conhecer, a história de Veneza é voltar para este período histórico.

Chegada dos primeiros habitantes na Ilha

veneza alagada 2018

No ano de 452 alguns habitantes do nordeste italiano fugiram para uma ilha, cercada por uma lagoa de água doce, na tentativa de sobreviver aos ataques e domínios dos bárbaros que avançavam rapidamente por todo Império de Roma.

O local era ideal, já que não despertava o interesse dos invasores. Afinal, era distante dos pontos geográficos relevantes e sua condição, envolvida pelas águas, não era um atrativo. Ao menos não naquele momento.

Uma vez estabilizados em Veneza, os novos moradores foram, pouco a pouco, construindo moradias nas poucas áreas de terra que existiam. Porém, como a maior proporção da ilha era constituída por água, rapidamente ficaram sem espaço para novas construções.

Expansão sob as águas da Lagoa de Veneza

Após a ocupação de toda a área de terra, os venezianos precisaram desenvolver estratégias para habitar também as áreas alagadas de Veneza. Para isto, desenvolveram um excelente sistema de aterramento.

No início, esse sistema utilizava como material principal para construção madeiras e tábuas. Com o tempo, durante o longo e duradouro processo de expansão da cidade, pedras e argilas compactadas também se tornaram fonte para a criação das casas, das pontes e demais estruturas.

Como consequência da expansão ocorreu uma redução considerável no número de canais, devido ao surgimento dos aterros. Além da criação de inúmeras pontes para conectar todas as suas ilhotas.

Atualmente, portanto, o antigo conjunto de ilhas desconexas tornou-se uma cidade organizada e com ilhotas conectadas. Inclusive, novas ilhas surgiram devido à formação de estruturas sobre as águas. Porém, a consequência de tudo isso é o constante alagamento da cidade de Veneza.

Os motivos de Veneza ser alagada

ultimas noticias de veneza italia

Evidentemente, a principal causa dos alagamentos de Veneza é a maneira como foi construída, por meio de uma expansão sob suas águas. Mas tal condição é ampliada por causa de outros motivos. Por exemplo:

  • Instabilidade das marés;
  • Aumento do nível dos oceanos;
  • Compreensão natural dos solos;
  • Fortes chuvas durante os meses de novembro e dezembro;
  • Tráfego constante de embarcações nas águas da lagoa;
  • Grande quantidade de turistas, principalmente no verão.

Existe, inclusive, um fenômeno que ocorre quase que anualmente em Veneza e que é caracterizado pelo inundamento de grande parte da cidade. É o fenômeno da Acqua Alta.  

Ele é consequência do aumento do nível do mar Adriático e tem como resultado a invasão de toda a parte mais baixa da cidade pelas águas. Por causa disso, os moradores e turistas precisam colocar seus pertences em locais mais altos das casas, lojas ou outros edifícios, a fim de não os perder.

Mas tal evento é previsto e a cidade mantém passarelas específicas para os momentos em que ele acontece. Portanto, não representam um perigo à população, apenas mais uma curiosidade e atratividade sobre a cidade.

Bom, como pudemos ver, a singularidade e especificidade da cidade de Veneza foi construída ao longo de toda a sua história, mas é também consequência do enorme fascínio que o local exerce sobre as pessoas no mundo atual.

Perguntamos a você agora: conhece mais alguns detalhes dos motivos pelos quais Veneza é alagada? Deixe o seu comentário abaixo!

1 Comment

  1. Edenia

    Muito interessante???? boas informações .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *