Onde estão os jardins suspensos da Babilônia?

Os jardins suspensos da Babilônia são um conjunto de jardins, construídos na antiga cidade da Babilônia (atual Iraque). Essa construção foi uma das sete maravilhas do mundo antigo, descrito pelo historiador grego Heródoto. Outras descrições antigas foram feitas por fontes gregas como Estrabão. Esses historiadores descreveram os jardins como um dos locais mais impressionantes do mundo.

Algumas histórias contam que os jardins suspensos se elevavam por centenas de metros, mas investigações arqueológicas apontam para uma altura mais baixa. Mesmo assim, eles ainda eram impressionantes para a época. Apesar das descrições de alguns autores, essa maravilha do mundo antigo é a mais questionável.

Construção dos jardins da Babilônia

curiosidades da babilonia

Segundo os antigos historiadores gregos, os jardins suspensos da Babilônia foram construídos por ordem do rei Nabucodonosor II, por volta de 600 aC. A história conta que o rei construiu os jardins para agradar sua esposa Amitis. A terra onde vivia sua esposa era montanhosa e muito verde, e a Babilônia era um lugar plano, com um sol muito quente. Ela sentia saudades de sua terra natal e, para agradar a sua amada, Nabucodonosor resolveu construir jardins em formato de uma montanha.

Os Jardins Suspensos não eram “pendurados”, no sentido de serem suspensos por cabos ou cordas. O nome vem de uma tradução inexata da palavra grega kremastos, ou a palavra latina pensilis, que significa não apenas “pendurar”, mas “pendendo”, como no caso de um terraço ou varanda.

Segundo os escritores, os jardins eram terraços erguidos um sobre o outro e apoiados em pilares em forma de cubo. Esses eram ocos e cheios de terra, para suportar as arvores maiores. Tanto os pilares quanto os terraços, eram construídos com tijolos. A subida ao andar mais alto era feita por escadas, ao lado das escadas existia um sistema que levava a água até os andares superiores para irrigação das plantas.

>> Origem da expressão pé rapado

>> 8 fatos sobre o cristianismo na Roma antiga

Localização dos jardins suspensos da Babilônia

curiosidades e fatos

A localização exata dos jardins suspensos da Babilônia ainda é um mistério para os pesquisadores. Isso se deve à falta de provas que temos sobre a existência de tal construção, há cerca de 25 séculos atrás. Grande parte da literatura sobre os Jardins suspensos foi escrita por relatos de segunda mão no mundo antigo.

Historiadores e arqueólogos têm procurado os jardins nas ruínas da Babilônia, mas nada de concreto foi encontrado. Existem teorias sobre a localização real dessa construção, uma delas diz até que os Jardins Suspensos não estavam na Babilônia, mas sim na cidade de Nínive.

Esta é a tese de Stéphanie Dalley, assiriologista, que diz que os jardins estavam realmente em Nínive, uma cidade mais ao sul, antiga capital da Assíria. Ela baseia-se em alguns textos antigos encontrados. Nabucodonosor II teria atacado e derrotado os assírios, formando um reino muito maior. Uma vez que os assírios conheciam as técnicas de irrigação e tinham a capacidade de fazer jardins em altura, Nabucodonosor teria usado esse conhecimento para sua grande construção.

Se eles existissem, o que aconteceu com os jardins? Há um relato de que eles foram destruídos por um terremoto no segundo século aC. Se isso for verdade, os destroços feitos com tijolos de barro provavelmente foram lentamente corroídos ao longo dos séculos.

Até descobrirmos essas coisas, só nos resta perguntar: será se a rainha Amitis estava feliz com seu presente fantástico, ou se continuava a preferir as montanhas de sua terra natal?

Uma das sete maravilhas do mundo antigo

As Sete Maravilhas do Mundo Antigo são a Grande Pirâmide de Gizé, a Estátua de Zeus em Olímpia, o Templo de Ártemis em Éfeso, o Mausoléu em Halicarnasso, o Colosso de Rodes e o farol em Alexandria, Os Jardins Suspensos da Babilônia.

Babilônia esteve no auge do poder pela segunda vez, de 600 a 550 aC, sob o reinado de Nabucodonosor. Seu reino cresceu a milhares de quilômetros de largura, e o rei garantiu uma cidade cercada por grandes muralhas. As paredes dessas muralhas eram muito largas e altas, e eles acreditavam que elas fossem impenetráveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *