Descubra o que são os asteroides

Os asteroides são pedaços de matéria que, assim como os planetas orbitam em torno de nossa estrela, o Sol. A maioria dos asteroides está localizada em uma área entre as órbitas dos planetas Marte e Júpiter, no chamado cinturão de asteroides. Enquanto o maior asteroide conhecido tem um diâmetro de cerca de 1 000 km, a maioria dos outros espécimes são muito menores. Os astrônomos já descobriram mais de 750.000 desses corpos celestes em nosso sistema solar. Esses pequenos corpos cósmicos são de grande importância para os cientistas, pois podem nos contar mais sobre a história do nosso sistema solar. No entanto, alguns deles representam uma ameaça potencial ao nosso planeta.

Significado da palavra asteroide

origem cinturão de asteroides

O nome asteroide vem do grego “aster” (estrela) e “eidos” (semelhante), que significa semelhante as estrelas ou semelhante aos planetas. Como nos séculos passados as pessoas não sabiam distinguir os tipos de corpos celestes, o nome “asteroide” foi usado, pois esses objetos eram visíveis no céu noturno, tal como estrelas. Mesmo com a invenção dos primeiros telescópios, esses objetos celestes eram vistos apenas como pontos brilhantes, então o nome asteroide era usado com muita frequência. Esta é a razão pela qual o termo “asteroide” ainda é usado em muitos idiomas.

Nos últimos anos, milhares de asteroides foram descobertos, sendo que eles receberam um nome próprio e, para facilitar sua catalogação, eles receberam uma numeração. O primeiro asteroide descoberto é chamado oficialmente de 1 Ceres. A princípio as pessoas conheciam apenas os asteroides localizados entre as orbitas de Marte e Júpiter. Por esse motivo esses corpos celestes foram considerados como restos de um planeta que teria sido destruído em uma colisão com outro objeto espacial.

Leia também:

Tamanho e composição

planeta entre marte e júpiter

Os asteroides que conhecemos hoje são de várias formas e tamanhos. Enquanto o maior deles conhecido, Ceres, tem um diâmetro de 974 quilômetros, os menores conhecidos são pouco maiores que alguns centímetros. Há também asteroides na forma de areia, mas estes não são observáveis ​​com telescópios. Como alguns asteroides foram visitados por sondas espaciais não tripuladas, os cientistas foram capazes de determinar que esses objetos geralmente têm uma forma irregular, e sua superfície é caracterizada por grandes crateras de impactos.

Como a maioria desses corpos celestes são pequenos e leves, eles não têm forma esférica achatada. Uma pesquisa mostrou que a grande maioria dos asteroides conhecidos, consiste em silicatos (meteoritos rochosos) e carbono. O restante é composto por ferro e níquel (meteoritos de ferro e níquel).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *