O que são as Fossas das Marianas?

As Fossas das Marianas é misteriosa e profunda. Você já ouviu falar dela? Sabe como essa enorme vala oceânica se forma? Quais características geológicas ela possui? Quais são as mais profundas do mundo?

Neste artigo, vamos mergulhar literalmente a fundo nos ditos poços marinhos, também chamados de trincheiras oceânicas. 

Algumas de suas características geológicas surpreendentes mantêm segredos que ainda não foram descobertos. Apenas alguns cientistas ousaram (e tiveram o privilégio) a entrar nas fossas.

E são esses cientistas que irão revelar ao mundo os seus mistérios. Vamos fundo no oceano então?

O que é a Fossa das Marianas?

fundo do mar

A Fossa das Marianas é uma trincheira que tem uma forma crescente. Está localizada no oeste do Pacífico, a leste das Ilhas Marianas, perto de Guam. A região ao redor do fosso é muito notável e é o berço de muitos ambientes únicos. 

Este fosso contém os pontos mais profundos da Terra. Nele pode-se ver aberturas que formam uma bolha de enxofre líquido e dióxido de carbono. Ao seu redor, também, encontramos vulcões ativos e vida marinha adaptada a pressões mil vezes superiores ao nível do mar. 

A Fossa das Marianas é o lugar mais profundo que pode ser encontrado no oceano. Sua profundidade é difícil de medir a partir da superfície, mas as estimativas modernas variam em menos de 1.000 pés. 

Curioso, não? Além de ser classificado como fosso e como lugar mais profundo da Terra, ainda há altos níveis de atividade microbiana. Esse buraco está mesmo na escuridão profunda, mantendo-se e com temperaturas glaciais.

A sua descoberta

curiosidades interessantes

No ano de 1860, Charles Wyville Thomson queria fazer uma viagem de barco para realizar estudos oceanográficos. Em 21 de dezembro de 1872, ele conseguiu navegar no HMS Challenger, um navio de guerra. Este tinha sido foi modificado para a viagem e levou-o com equipamentos de pesca e microscópios. 

O objetivo principal era viajar pelos oceanos para medir profundidade, temperatura e salinidade. Em 23 de março de 1875, a equipe realizava estudos perto das Ilhas Marianas. Foi então que o mar literalmente engoliu 8 quilômetros de uma linha de medição que eles carregavam. 

No século XIX, descobriu-se que havia um lugar onde ainda não existia ninguém, o lugar mais profundo do oceano. Então eles o batizaram de buraco negro ou a Fossa das Marianas

Em 2012, a primeira expedição foi realizada por James Cameron, que foi o primeiro responsável por continuar os estudos no poço.

Leia também:

Características da Fossa das Marianas

As principais características da Fossa das Marianas são as seguintes:

  • É considerada a zona mais profunda dos oceanos;
  • Está localizado no Oceano Pacífico, a leste das Ilhas Marianas;
  • Eles coincidem com uma zona de subducção, um lugar onde duas placas tectônicas colidem;
  • Mede de comprimento aproximadamente 2.550 quilômetros e sua largura é de 69 quilômetros;
  • A parte mais profunda do poço é conhecida como Depressão Challenger;
  • Elas têm uma quantidade de água equivalente a 1000 vezes mais que a da Terra;
  • Não tem iluminação.

A localização

profundidade do mar

A Fossa das Marianas está localizada no Oceano Pacífico, a leste das conhecidas Ilhas Marianas. É no fundo do Oceano Pacífico, no lado norte a oeste, leste e sul das ilhas. Está a 11° 21′ latitude norte e 142° 12′ longitude leste, perto de Guam. Este que se localiza entre a costa da Indonésia e da China.

A profundidade

Essa é a única trincheira que chega a atingir até 10.911 metros de profundidade. Não se tem muita informação sobre o fundo do poço porque sua profundidade é extrema. As temperaturas de congelação e alta pressão fazem todos os estudos serem virtualmente impossíveis de obter.

Fauna da Fossa das Marianas

Em 2016, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos realizou uma expedição. Eles tinham o objetivo de tentar coletar informações da área. E ainda bem que o fizeram, pois, os achados foram incríveis! Algumas das criaturas encontradas são:

  • Benthocodon – É uma espécie de molusco. É considerada uma nova espécie, embora não se tenha ideia sobre sua geologia, habitat ou origem;
especies do fundo do oceano
  • Tubarão duende – A cor desse tubarão é rosa e sua consistência é muito viscosa. Eles são capazes de crescer vários e vários metros, sendo tão assustadores quanto os outros;
tubarão estranho
  • Peixe-machadinha – Com um rosto assustador, esse peixe faz jus ao nome. Ele tem apenas 15 cm, mas em contrapartida, possui um poder alto de bioluminescência. Ele usa essa característica para equilibrar a luminosidade que vem da superfície, camuflando seu corpo, dificultando a visão dos predadores;
curiosidades interessantes
  • Polvo dumbo – Nesse animal, uma das coisas mais impressionantes são os olhos e a boca enrugada. Ele pode engolir toda a sua presa de uma só vez;
curiosidades interessantes
  • Peixe-dragão – Seus dentes são grandes e é um caçador por natureza. Não tem escamas e sua pele é escorregadia, muito semelhante a uma enguia;
peixe dos dentes grandes

Depressão Challenger

Com 10.994 metros de profundidade, é considerado o ponto mais profundo do oceano. Seu nome foi dado a ele no ano de 1872. Apenas um ser humano conseguiu atingir os 10.898 metros no submarino Deepsea Challenger: James Cameron. 

Ele descreveu o poço como um ambiente muito parecido com um deserto lunar. A única coisa que James Cameron conseguiu observar foram minhocas cegas que se adaptaram ao ambiente em que viviam. Em 2013, vários cientistas conseguiram descobrir que o abismo estava cheio de vida.

Curiosidades da Fossa das Marianas

  • A Fossa das Marianas é o lugar mais desconhecido do planeta e nenhum ser humano jamais pisou em seu solo;
  • O Monte Everest pode ser lançado no abismo da Challenger;
  • A temperatura no poço varia entre 1 e 4 graus Celsius, o que significa que está perto do ponto de congelamento;
  • Tem apenas 69 quilômetros de largura;
  • Apesar de sua profundidade, não é considerado o ponto mais próximo do centro da Terra;
  • Tem aproximadamente 180 milhões de anos.

Incrível, não? Assim como foram descobertas tantas maravilhas na Fossa das Marianas, certamente daqui a um tempo serão descobertas outras mais. Este é o mundo incrível em que vivemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *