Conheça a estrada da morte na Bolívia – a mais perigosa do mundo

Viajar e conhecer novos lugares é sempre uma boa experiência que todos adoram. No entanto, existem alguns destinos que podem ser arriscados demais e que metem medo em quem se aventura por esses lugares. Paisagens bonitas, mas um risco muito grande é o que os viajantes encaram quando estão na estrada da morte na Bolívia. Uma estrada estreita, entre montanhas com 4.700 metros de altitude e precipícios de centenas de metros.

 

Desafiando a morte

estrada da morte bolivia wikipedia

Até pouco tempo atrás, centenas de pessoas morriam todos os anos em acidentes de carros e ônibus ao longo de apenas 69 quilômetros de extensão da rodovia. As mortes diminuíram apenas a partir de 2007, quando uma rota alternativa foi construída.

Mas, o percurso continua arriscado e aqueles que se aventuram por esse caminho ver de perto o risco de morrer. No caminho você terá que enfrentar neblina, deslizamento de terra, em uma estrada cheia de curvas, que tem em média 3 metros de largura e que tem precipícios de até 600 metros. E para assustar mais ainda, ao longo do caminho o que mais se vê são cruzes daqueles que perderam a vida por lá.

 

Quem construiu a estrada da morte?

A estrada da morte foi construída pelos prisioneiros paraguaios da guerra do Chaco em 1930. A finalidade era ligar a capital Boliviana La Paz com a cidade de Los Yungas e a Amazônia. Após sua construção, muitas pessoas usavam ônibus e caminhões para fins comerciais, além é claro, das pessoas que usavam a estrada simplesmente para irem de uma cidade a para outra.

Como a largura da rodovia é muito estreita, os acidentes eram constantes, e muitos eram fatais.  Veja no vídeo abaixo o momento em que um ônibus caiu em um penhasco.

 

Leia também:

Quanto pesa o planeta Terra?

Cadáveres podem ficar arrepiados

 

A beleza em meio ao perigo

estrada da morte peru

Apesar do alto risco e do grande número de acidentes com vítimas fatais, a estrada da morte apresenta paisagens belíssimas de se ver. Com a ajuda de um guia experiente e descendo com calma, a experiência é surpreendente. Existe até empresa de turismo que acompanha ciclistas pelo percurso.

O início da descida começa em La Cumbre, que fica há 4.700 metros de altitude e se estende por 64 quilômetros de estrada. Apesar do trabalho dos guias, já houveram algumas mortes de ciclistas que faziam o percurso da estrada da morte. Mesmo com a construção de uma rota alternativa, algumas pessoas ainda usam a estrada da morte para se deslocarem de um lugar para outro, pois dependendo do destino, essa ainda é a única opção a se seguir.

Los Yungas é realmente magnífico, uma floresta exuberante rica em vegetação, que marca onde os Andes deságuam na Amazônia. Aprecie os pontos de vista, por todos os lados, mas tente não se distrair o suficiente para cair de um penhasco.

Os viajantes descem dos picos nevados dos Andes até a densa floresta tropical, o que significa que as temperaturas variam do congelamento ao abafamento. Quem decide ir durante o período chuvoso terá que enfrentar alguns perigos a mais, como muita água escorrendo na estrada, além de deslizamento de terra.

 

Confira abaixo algumas fotos das paisagens e dos riscos da estrada da morte na Bolívia.

estrada da morte bolivia moto

 

videos de caminhoes na estrada da morte

 

estrada da morte discovery channel

 

los yungas camino de la muerte

 

as estradas mais incríveis do mundo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *