Curiosidades sobre o mar morto

O Mar Morto é considerado um dos mais singulares do mundo. Limitado pela Jordânia a leste e por Israel a oeste, ele acaba atraindo turistas do mundo todo. Apesar de não ser um mar de verdade e sim um lago, ele recebe essa denominação por causa do alto nível de sal. Iremos te apresentar aqui algumas curiosidades sobre o Mar Morto.

1 – A superfície do mar está localizada a mais de 400 metros abaixo do nível dos oceanos do mundo, por isso é considerada o ponto mais baixo do planeta.

mar morto ezequiel

2. Profundidade do Mar Morto é de até 377 metros, e seu ponto mais largo atinge os 18 quilômetros.

3. A salinidade do lago é de 33,7%, tornando-se um dos mais salgados da Terra. A água é tão salgada que chega a formar cristais.

4 – Devido à alta concentração de sal, as pessoas não afundam no Mar Morto.

5 – As condições aqui são inadequadas para a vida dos animais (é por isso que o mar é chamado de morto). Mas, uma pequena quantidade de cogumelos, bactérias e microrganismos ainda conseguem sobreviver em meio a tanto sal.

mar morto ficando doce

6 – O mar está no Vale do Rift da Jordânia, e seu principal afluente é o rio Jordão.

7 – Existem muitas razões pelas quais o Mar Morto se tornou uma espécie de centro de tratamento, onde pessoas vão com a esperança de cura. Por exemplo, a água absorve toxinas do corpo. Possui uma composição mineral muito rica, a radiação ultravioleta é muito baixa nessa região. Tudo isso tem um efeito benéfico no corpo.

8 – O fundo do mar é um depósito de asfalto. Nos tempos antigos, um líquido betuminoso que sobe à superfície era usado na medicina e na indústria.

9 – De acordo Com a bíblia hebraica, o rei Davi se refugiou no Mar Morto. Outros personagens famosos da história também frequentavam esse lago, como Cleópatra e o rei Herodes. Ambos utilizavam os benefícios dessa água para cura.

curiosidades interessantes

10 – A formação desse lago deve-se a sua localização em cima de uma fenda na crosta terrestre. A superfície acabou afundando, dando origem ao Mar Morto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *