Pedro morreu crucificado de cabeça para baixo?

O debate sobre a crucificação de Pedro é sempre um assunto polêmico, o martírio que sofreu e o seu suposto pedido para ser crucificado de cabeça para baixo, não são unanimidades entre os estudiosos tradicionais das escrituras. Os registros historiográficos são convincentes enquanto narrativas que atestam que Pedro realmente sofreu todas essas opressões pela sua fé em Cristo e também pela sua incansável pregação do evangelho. Mas de fato, existem provas factuais desse acontecimento?

Pedro, no auge do seu apostolado, enfrentou a pior perseguição ao cristianismo exercido pelo império romano, na figura de Nero, a morte era certa contra todos aqueles que pregavam contra o estado de coisas de Roma.

Os Atos de Pedro

curiosidades interessantes sobre pedro

O primeiro registro da crucificação de Pedro de cabeça para baixo é encontrado em Ato de Pedro, um texto apócrifo do final do século segundo (180-190). Os atos de Pedro estão cheios de material lendário, como Pedro, levantando um atum e Simão voando pelo ar. E, no entanto, contém um núcleo histórico. Christine Thomas escreve: “O simples fato de que os indivíduos do século anterior atestados externamente aparecem como protagonistas nas páginas dos Atos de Pedro é suficiente para mostrar que essas narrativas não eram ficções completamente divorciadas da memória histórica”.

No relato da morte de Pedro nos Atos de Pedro , ele se aproxima do lugar da execução e discursa ao povo (36.7-8). Ele conclui dizendo: “Mas é hora de você, Pedro, entregar seu corpo a quem está tomando. Pegue, então, você, cujo dever é. Eu pedi-lhe, portanto, os carrascos, para crucificar-me de cabeça para baixo dessa maneira e nenhum outro. “Pedro faz o seu discurso final enquanto está de cabeça para baixo na cruz e depois morre (40.11).

Muitos estudiosos assumem que o pedido de Pedro mostra humildade, na medida em que ele não se considerou digno de morrer da mesma maneira que Jesus. Mas o texto não diz isso de forma definitiva. Em vez disso, como demonstro mais plenamente no Destino dos Apóstolos, seu estado de cabeça simboliza que a humanidade caída já foi restaurada através da cruz.

O mundo foi virado de cabeça para baixo pelo pecado, e então Pedro pode ver a natureza invertida do mundo claramente enquanto pendurava com a cabeça baixa na cruz. Seu discurso deixa claro que Adão, o “primeiro homem”, caiu de cabeça para baixo e virou o cosmos de cabeça para baixo, mas somente através de Cristo o mundo pode ser visto “reto”. Assim, as crucificações de Jesus e Pedro restauram a criação, através do Novo Adão, ao seu funcionamento pretendido.

Leia também:

Como surgiu o carnaval

A origem do deus Baal

Os fatos sobre a crucificação de Pedro

pedro crucificado

A morte de cabeça para baixo do apostolo Pedro, claramente serve como uma função teológica e narrativa no texto. Mas poderia também ser histórico? O primeiro pai da igreja a mencioná-lo, Orígenes, no volume 3 de seu Comentário sobre o Gênesis em meados do século III (230), não menciona o prolongado discurso de Pedro. Não é certo se a origem derivou isso de uma tradição independente ou dos Atos de Pedro.

Existem evidências de que os carrascos romanos variaram suas práticas de crucificação para seu próprio prazer sádico, no entanto, não é intrinsecamente implausível que Pedro foi crucificado de cabeça para baixo. No entanto, fica difícil de acreditar que os carrascos romanos acataram sugestões de criminosos sobre como eles queriam ser crucificados? Provavelmente não.

Os fundadores da igreja primitiva são unânimes ao afirmar que Pedro morreu em Roma, por crucificação, durante a perseguição de Nero em 64 dC. Quanto à crucificação de cabeça para baixo, também é testemunhada, mas a evidência é menos verdadeira para essa forma de crucificação. Os Atos apócrifos de Pedro são a primeira referência à sua crucificação de cabeça para baixo.

A referência mais antiga ao martírio de Pedro vem da carta de Clemente de Roma (cerca de 90 dC). Ele disse, em sua Carta aos Coríntios: “Tomemos os nobres exemplos de nossa geração. Através do ciúme e da inveja, os maiores e mais justos pilares da Igreja foram perseguidos e torturados até a morte…

Existem rumores que o corpo do apostolo Pedro, está selado em uma cripta abaixo da Basílica de São Pedro em Roma, alguns estudos realizados no corpo, atestaram que era de um homem com 60 anos de idade que morreu no primeiro século dC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *