Charlie Chaplin: resumo da sua vida

Charlie Spencer Chaplin, popularmente conhecido como Charlie Chaplin, nasceu no dia 16 de abril de 1889 em Londres na Inglaterra. Foi um comediante, produtor, diretor, escritor e compositor, que é considerado por muitos como o maior artista que já existiu. É inegável que Chaplin teve uma importância muito grande para o cinema, fazendo sucesso até os dias de hoje com seus filmes.

 

A infância difícil de Charlie Chaplin

A mãe conhecida sob o nome artístico de Lily Harley, era uma linda atriz e cantora que tinha uma boa reputação pelo trabalho que fazia. Seu pai tinha problemas com alcoolismo, abandonou a família logo após o nascimento de Chaplin, deixando junto com ele sua mãe e seu meio irmão Sidney.

Sua mãe, que tempos depois sofreria com problemas mentais, conseguiu sustentar a família por um certo tempo.

 

O início da carreira

charlie chaplin causa da morte

Sua primeira apresentação aconteceu justamente por causa de sua mãe, que estava no meio de um show quando perdeu a voz, então o garoto Charlie Chaplin teve que a substituir no palco. Com um talento natural desde a infância, logo nessa primeira apresentação ele deixou a plateia encantada. No entanto, a voz de sua mãe nunca mais voltou a ser a mesma e, Chaplin e seu irmão Sidney tiveram que batalhar a partir daí.

No ano de 1910 ele foi aos Estados Unidos, onde rapidamente passou a ser amado pelo público e, em 1912 Charlie assinou um contrato artístico. Finalmente Charlie Chaplin iria aparecer na frente das câmeras. Depois disso começaria uma sequência de contratos que ele viria a assinar, tornando-se cada vez mais famoso no mundo artístico.

 

Uma carreira de sucesso

charlie chaplin charlie chaplin

Em 1917 após o fim de um contrato, Chaplin decide tornar-se independente, passando a dirigir seus próprios filmes. Para isso ele teve que montar seu próprio estúdio em Hollywood. O talento nato fez de Charlie Chaplin um artista de sucesso, tendo produzido vários filmes no cinema mudo, onde todo mundo conseguia entender o que ele queria dizer. Entre os filmes mais famosos do cinema mudo estão: The Kid (1921), uma mulher de Paris (1923), A febre do ouro (1925) e o circo (1928).

Na década de 1930 o cinema ganhou som, e agora os filmes poderiam ter a voz dos artistas nas conversas ao invés da mimica. Mas Charlie Chaplin se recusou a fazer filmes com vozes e, ao invés disso, produziu outros dois grandes sucessos do cinema mudo: Luzes da cidade (1931) e tempos modernos (1936).

Mais tarde ele viria a produzir filmes com vozes. Um desses filmes bastante famoso é o grande ditador (1940), em que Chaplin interpreta Adolf Hitler, ridicularizando a figura do ditador da Alemanha. Um fato curioso é que Chaplin sempre usou um bigode igual ao de Hitler.

 

A vida fora dos palcos

Apesar da fama internacional, ele não era bem visto por uma parte da sociedade. Graças aos seus diversos casos com suas atrizes, quem em alguns casos lhe renderiam casamentos e divórcios.

Devido a esses episódios, Charlie Chaplin passou a ser alvo de conservadores. O deputado John E. Rankin, do Mississippi, defendeu a deportação do artista. E em 1952, durante suas férias na Grã-Bretanha, o Procurador Geral dos Estados Unidos anunciou que Charlie não poderia entrar novamente nos EUA, a menos que conseguisse provar seu valor moral para permanecer naquele país.

 

Os últimos anos de vida

aniversário de charlie chaplin

Em 1972, tempos antes de morrer, Charlie Chaplin fez uma visita aos Estados Unidos, ocasião em que recebeu um Oscar honorário. Cinco anos antes disso, ele havia produzido seu último filme: A Condessa de Hong Kong (1967), o primeiro e único filme colorido do cineasta. Durante o recebimento do Oscar, Chaplin estava emocionado por estar novamente na terra onde fez tanto sucesso.

Nas primeiras horas do dia 25 de dezembro de 1977, Charlie Chaplin faleceu em sua casa na Suíça, ao lado de sua esposa Oona e de sete de seus filhos que estavam ao lado de sua cama no momento de sua morte.

Pouco tempo depois de ser enterrado, o corpo de Charlie Chaplin foi roubado por dois homens, que exigiram 600.000 francos suíços para devolve-lo a família. Os dois acabaram presos e o corpo de Chaplin foi recuperado 11 semanas depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *