10 Curiosidades da muralha da china que talvez você não saiba

A Grande Muralha da China é muito mais do que um triunfo da engenharia. É uma ligação direta com os lendários imperadores chineses do passado. O fato de isolar a China do resto do mundo, acaba despertando nossa curiosidade sobre essa construção.

De fato, a China tem muitas coisas fascinantes para se conhecer, desde o seu passado até o seu presente. É realmente um lugar que fascina a todos.

Algumas coisas que você já ouviu por aí talvez não sejam verdade sobre a muralha da China. Então vamos as 10 curiosidades sobre a grande muralha.

 

A muralha da China não pode ser vista da Lua

como ir para a muralha da china

 

Durante muitos anos e até os dias de hoje, as pessoas falam por aí que a muralha da china é a única construção humana que pode se avistar da lua a olho nu.

Esse mito difundido parece ter começado em 1893 na revista The Century, publicada nos EUA, e ressurgiu em 1932, quando Robert Ripley alegou que a grande muralha podia ser vista da Lua. No entanto, como você pode ver pela data, essa afirmação foi feita muito antes do primeiro voo ao espaço.

A verdade foi estabelecida de uma vez por todas durante o primeiro voo espacial chinês, em 2003, quando o astronauta Yang Liwei disse que não podia ver nada da órbita.

 

Nunca impediu uma invasão

por quem foi construida a muralha da china

 

Por milhares de anos, a Grande Muralha de certa forma, agiu como uma barreira física e mental entre o Império Chinês central e os bárbaros nômades do Norte. Mas isso só funcionou para os que estavam em desvantagem.

Várias tribos nômades fortes da história haviam conseguido atravessar a barreira. Por exemplo, no século XIII, os mongóis liderados por Genghis Khan, romperam a muralha e dominaram o norte e o centro da China por quase um século.

 

Lenda famosa da muralha

misterios da muralha chinesa

 

Uma história trágica é conhecida em todos os lares da China. Uma vez houve uma mulher chamada Meng Jiangnu, cujo marido Fan Xiliang, foi recrutado à força para ajudar a construir a grande muralha, apenas três dias após o casamento.

Meng, sentiu tanto a falta do marido que decidiu visitá-lo. Quando chegou ao canteiro de obras, foi informada de que Fan tinha morrido de exaustão e fora enterrado no interior do muro. Ela estava de coração partido e chorou dia e noite. Finalmente, a parede desmoronou e expôs os ossos do marido.

 

Novas partes da muralha ainda estão sendo descobertas

7 maravilhas

 

Trajetos antes desconhecidos da Grande Muralha, foram descobertas recentemente em 2012. Na última década, os arqueólogos localizaram algumas das partes mais setentrionais ainda a serem identificadas, na fronteira da atual Mongólia.

 

Arroz foi usado nas paredes da muralha

 

grandes obras da engenharia antiga

 

Os materiais usados na construção das paredes incluíam a terra batida, tijolos e pedras. Qual foi a argamassa? Aí vem um fato interessante. O arroz glutinoso, conhecido popularmente como “arroz doce”, foi acrescentado à receita da argamassa, graças às suas propriedades coesivas.

De fato, estudos modernos indicaram que a amilopectina do arroz (a mesma substância que a torna pegajosa), ajuda a explicar a força e a resistência da parede.

 

O muro é chamado de o maior cemitério do mundo

construção muralha da china

 

Em 2.500 anos de história de construção da muralha, mais de 1.000.000 trabalhadores foram usados, incluindo civis, soldados e condenados. Foi uma punição especial para criminosos condenados durante as dinastias Qin (221 – 207AC) e Han (202AC – 220DC). O trabalho penoso ceifou muitas vidas.

Estima-se que cerca de 400.000 construtores morreram e alguns deles estão enterrados na parede. Isso dá a terrível fama de “o maior cemitério do mundo”. No entanto, até hoje não foi encontrada nenhuma evidencia, de pessoas enterradas na muralha.

 

A muralha está desaparecendo

da china

 

A Grande Muralha está desaparecendo ano após ano. O fato é que muitos locais da parede caíram em desuso e estão em perigo de serem perdidos, devido ao intemperismo físico e às atividades humanas.

O vandalismo humano é a maior ameaça. Segundo estatísticas da UNESCO, quase um terço das paredes já desapareceram. O que sobrevive hoje são principalmente as construções de pedra e tijolos. As primeiras partes das paredes feitas de terra batida, particularmente as da fronteira com a Mongólia, estão se deteriorando rapidamente, rachando ou se inclinando. Estima-se que sem uma conservação eficaz, esses trechos desaparecerão completamente dentro de 30 anos.

 

Os condenados trabalhavam na construção da muralha

muralha chinesa

 

Em uma versão particularmente extrema do serviço comunitário moderno, a construção, manutenção e vigilância da Muralha, eram deveres regulares dos criminosos condenados durante a Dinastia Qin.

Para distinguir os trabalhadores fora-da-lei das pessoas de bem, as autoridades raspavam as cabeças dos condenados, enegreciam seus rostos e prendiam suas pernas em correntes. Os crimes que iam desde o homicídio à evasão fiscal, eram todos puníveis com o dever trabalhar na muralha.

 

A muralha não é tão antiga

pontos turisticos china

 

Acredita-se que a Muralha remonta a 2.000 anos, logo após o ano 221 AC, quando a China foi unificada pela primeira vez. De fato, quase toda a parte mais antiga, não passa de um monte de barro. A parte mais resistente da muralha deriva da estrutura de pedra, construída pelos Ming (1358–1644). Sua idade máxima é de cerca de 500 anos.

 

Homenagem a figuras míticas e históricas

pesquisa sobre muralha da china

 

Partes da muralha são santuários e homenagens a figuras da história chinesa. Guan Yu, um general do século III, que serviu durante a dinastia Han, é homenageado com templos construídos na Muralha. Além disso, vários pontos da construção homenageiam Tiānwáng e os quatro Reis Celestiais do Budismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *